Da mesma forma que todo motorista deve conhecer e interpretar os símbolos das placas de trânsito, todo navegador também deve saber entender e interpretar com agilidade os símbolos das cartas náuticas, o significado de boias e luzes de navegações, que podem fazer a diferença entre uma navegação segura e um acidente.

Sendo assim, as luzes de navegação têm como objetivo evitar quaisquer tipos de colisões possíveis, para isso, é utilizado um regulamento internacional, RIPEAM, referente a navios de grande porte. Porém, antes de mais nada, deve-se saber que as luzes mais importantes de um barco são, também, as mais simples e fáceis de entender, possibilitando identificar rapidamente se a outra embarcação está indo ou vindo. Essas luzes, por lei, são obrigatórias para todas as embarcações, sendo elas, as luzes vermelhas a bombordo(esquerda) e verdes a boreste (direita), caso estejam invertidas é sinal de que o barco está vindo ao seu encontro. Porém além dessas duas luzes, cada tipo de embarcação possui luzes especificas, como os navios, por exemplo, que utilizam duas luzes brancas, geralmente a de popa é mais alta que a de proa, sendo possível com isso, estimar o rumo do navio e então se posicionar com segurança.

Esse procedimento de sinalização para o trafego marítimo, se assemelha as regras de trânsito, quem vê a luz verde tem direito de passagem da outra embarcação, com exceção aos barcos a vela e pesqueiros, que independente do bordo que estejam, têm sempre a preferência. Por conta dessa forma de sinalização, via luzes de navegação, é importante ressaltar que as únicas luzes que piscam são as luzes de faróis ou sinalizadores de canais, as demais luzes não devem piscar, por isso, é indicado evitar colocar qualquer tipo de luz que pisque em seu barco, pois pode gerar confusões ao navegar.

Aqui na Velamar você encontra todos os tipos de luzes que você precisa para sua embarcação.

Confira!

Enviado por Velamar Náutica